Licenciatura e Bacharelado: A História que não se conta!!

Em março de 2004, são instauradas as novas diretrizes curriculares nacionais (DCN’s) para os cursos de Educação Física, o que acarretou na famosa divisão curricular, surgindo nesse momento dois cursos: licenciatura e bacharelado.

Mas como tudo isso começou?

Com as mudanças no mundo do trabalho, na década de 80 grupos privatistas da área idealizavam o campo não escolar como um novo campo de trabalho, tendo uma visão lucrativa e empreendedora da mesma, dessa forma entendendo a Educação Física apenas como um mercado das atividades físicas. Com essa idealização esses grupos privatistas (atual CONFEF/CREF’s) queriam a criação de um curso que viesse a suprir a demanda para a formação desse novo campo informal e precário que se “abria”. Após um tempo surge a Resolução 03/87 criando o bacharelado, que foi uma descaracterização epistemológica da área, na tentativa de assegurar o trabalho nos campos não-escolares, descaracterizando assim o trabalho pedagógico. Depois de longas discussões, anos mais tarde em 2004 ocorre a divisão do curso de Educação Física, sendo assim, aprovada as novas Diretrizes Curriculares Nacionais (07/2004). É relevante ressaltar que o sistema CONFEF/CREF’s teve grande influência para firmar essa divisão curricular, pois, seu interesse é apenas de mercado, isto é, com a formação dos bacharéis em Educação Física ele obriga que todos se filiem a ele para poder exercer a profissão. E ainda não contentes criaram falsas polêmicas em nossa área que foram e são reproduzidas cotidianamente, nos dizem que:

Os licenciados em Educação Física devem trabalhar somente na escola e os bacharéis no campo não escolar, isto é, clubes, academias, hotéis, etc.

Será que mentiram para nós? Concerteza!!!

A licenciatura:

é a formação de professores, seja para a área escolar ou não. O licenciado pode atuar em todos os campos, e a licenciatura se caracteriza por ser plena. Portanto, não há nenhum impedimento legal para o licenciado atuar em qualquer posto de trabalho.

Quem pode dizer e legislar sobre as profissões é somente a União, sendo inconstitucional a exigência aos conselhos de área (PARECER CNE N° 400/2005).

O bacharelado:

forma unicamente para o campo de atuação não escolar. Isso, é um interesse mercantil, para que estes não tenham opção de escolha, ficando submetidos à desvalorização de seu trabalho. Além de não ter os conteúdos pedagógicos, o bacharel fica condicionado a trabalhar em um campo que não garante direitos trabalhistas e descaracteriza a Educação Física por afirmar que este é um profissional somente da atividade física. Independente de onde iremos atuar seremos professores, pois estaremos trabalhando com o trato pedagógico.

O que o Movimento Estudantil de Educação Física defende?

Queremos a revogação das atuais DCN’s, para a formulação de um currículo amplo, que contemple o conhecimento da Educação Física que é a cultura corporal, uma formação que abranja o caráter pedagógico, técnico, político e social. Por isso o MEEF juntamente com a LEPEL traz a proposta da licenciatura ampliada, pautada em uma formação integral que garanta uma visão crítica e reflexiva da sociedade e da Educação Física.

Educação Física é uma só! Formação Unificada Já!


Anúncios

2 Responses to Licenciatura e Bacharelado: A História que não se conta!!

  1. RAPHAEL disse:

    Gostei muito do que vocês colocaram aqui. Há algumas coisas que ficam ocultas em algumas faculdades. Eu fazia Licenciatura Plena na UNISUAM, mas gahei uma bolsa de estudos para a ESTÁCIO e vejo que lá eles falam muito sobre o que onde um atuar e onde outro pode atuar. A maior parte desses professores, atuam em academias super renomadas e que visam somente a parte do mercado. Então eles induzem aos alunos, a fazerem tanto a licenciatura quanto obacharel. Eles querem mesmo é o dinheiro. Não é somente a ESTÁCIO que pratica essa falcatrua não. Tem muitos agindo de má fé contra os graduados!!!!!!!!!
    obrigado pela atenção e pelo esclarecimento!!!!!!!

  2. Patricia disse:

    Concordo plenamente! Estudo na ESTÁCIO, e essa discussão sobre licenciatura e bacharelado persiste o tempo todo, nos empurrão os dois cursos. Concordo com a UNIFICAÇÃO, uma vez que nos graduarmos em Licenciatura, estamos licenciados (aptos) para atuar em qualquer área da Educação Física. Essa foi uma forma lucrativa que não beneficia em nada o estudante! Temos que nos impor. Sou bolsista no curso de Bacharelado e tenho que pagar a Licenciatura se eu quiser dar aulas. Isso não está certo! Lembrando sempre que “uma andorinha não faz verão”.
    Grata pela atenção!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: